Notícias

09/08/2017 17h39 - Atualizado em 14/08/2017 16h42 Assembleia Geral delibera realização de mobilizações pela Data-Base


A realização de uma série de mobilizações e de campanha de comunicação em prol do pagamento da data-base dos servidores públicos municipais de Palmas foi uma das deliberações na Assembleia Geral promovida pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (Sisemp), nesta terça-feira, 08.

Além das discussões sobre a data-base, a Assembleia Geral contou ainda com esclarecimentos, por parte da Assessoria Jurídica do Sindicato, sobre os Programas de Demissão Voluntária (PDV) e de Aposentaria Incentivada (PAI), instituídos pela gestão municipal.

De acordo com a Assessoria Jurídica, o servidor, antes de aderir ao PDV, precisa fazer uma análise criteriosa da questão, uma vez que o mesmo ocasiona a perda do vínculo definitivo com o município e não oferece uma indenização vantajosa.

Já quanto ao PAI, a análise é de que é vantajoso para aqueles servidores que se enquadram nas regras do Programa, uma vez que estes não perderão nenhum benefício e receberão um incentivo para se aposentarem.

Data-Base

Sobre o atraso de 07 meses no pagamento da data-base pela Prefeitura de Palmas os servidores deliberaram pela realização de mobilizações em eventos e órgãos públicos, bem como pela realização de campanha de mídia em prol do pagamento desse direito. Na ocasião foi ressaltado que é perceptível a falta de compromisso da gestão municipal em cumprir seu dever com os servidores, uma vez que o pagamento do reajuste está sendo continuamente protelado, sem sequer conceder explicação aos representantes sindicais.

“O Prefeito Amastha protelou o pagamento da data-base para a folha de julho, não cumpriu com a proposta que ele mesmo tinha feito, e sequer manteve o diálogo com os Sindicatos, isso demonstra que o gestor não está dando a importância necessária para essa questão”, disse o presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque, ao ressaltar também, que desde janeiro o Sindicato tem feito cobranças contínuas sobre o pagamento deste direito, e dos demais também atrasados, como é o caso das progressões.
 


Parceiros