Notícias

13/07/2017 16h49 - Atualizado em 14/07/2017 10h45 Data-base ainda sem definição para servidores municipais de Palmas

Previsto para ser pago na folha de julho, o recebimento do reajuste da data-base, de 6,58%, ainda é uma incógnita para os servidores públicos municipais de Palmas. Apesar de o pagamento ter sido acordado na Câmara de Recursos Humanos, sendo esta uma proposta do Prefeito Carlos Amastha, o encontro da Câmara de RH que aconteceria em julho, e confirmaria o pagamento do reajuste, foi cancelado por duas vezes.

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (Sisemp), Heguel Albuquerque informa que há uma preocupação com a indefinição do pagamento, uma vez que muitos servidores já se programaram para receber o benefício em agosto. "A gente sabe que a folha de pagamento do município já está em processo de fechamento, e até o momento não foi definido se haverá o pagamento do reajuste da data-base, informa.

Albuquerque ressalta também, que são seis meses de atraso no pagamento do reajuste, e que além da data-base, os servidores que receberiam progressões no segundo semestre de 2016 não tiveram esse direito pago, o que acarreta em quase um ano de atraso. "Isso gera um acúmulo de retroativos que dificulta ainda mais para a gestão quitar seus compromissos, e infelizmente não visualizamos esforços para que isto aconteça, uma vez que o Prefeito Carlos Amastha não apresentou a programação para liquidar os débitos referentes aos direitos dos servidores", reforça Albuquerque. 


Parceiros