Notícias

Presidente do Sisemp cobra pagamento imediato de direitos atrasados


Em reunião da Comissão de Políticas Públicas da Câmara Municipal, sobre o pagamento da data-base e demais direitos atrasados dos servidores municipais, nesta quarta-feira, 26, o presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque cobrou da Prefeitura de Palmas o pagamento imediato destes direitos.

Albuquerque argumentou que a Prefeitura de Palmas possui recursos para pagar, ainda em 2017, todos os direitos atrasados dos servidores municipais, uma vez que em setembro, em audiência de prestação de contas, também na Câmara Municipal, o secretário de Finanças Cristhian Zinni informou que a Prefeitura fechou o quadrimestre com mais de R$ 67 milhões de superávit. Além de está com saldo positivo o índice da Folha de Pagamento no Orçamento Municipal é de cerca de 47%, estando abaixo do limite prudencial que é de 51,3%.

Na ocasião o secretário de Gestão e Desenvolvimento Humano, Claúdio Schüller, informou que o pagamento da data-base será concluído nas folhas de outubro e novembro, e que o retroativo será pago parceladamente até abril de 2018. O Secretário não apresentou cronograma de pagamento das progressões atrasadas.

Albuquerque rechaçou a proposta da Prefeitura, e afirmou que esta demonstra “uma falta de respeito com o servidor. A Prefeitura informa que tem R$ 67 milhões em caixa, e a gestão fala que vai pagar parcelado. Qual é o respeito com os servidores? Entendemos que a linha de diálogo é a primeira instância de negociação, zelamos para que voltemos às mesas de negociação em vez de empurrar este pagamento para 2018. São direitos que já estão no planejamento de 2017 e não devem acumular para o próximo ano”, afirmou Albuquerque.




Parceiros