Notícias

23/02/2018 17h03 - Atualizado em 23/02/2018 17h12 Presidente do Sisemp cobra autonomia e concurso público no Previpalmas


Uma gestão autônoma, formada por servidores concursados, e a realização de concursos público no Instituto Municipal de Previdência (Previpalmas) foram algumas das cobranças realizadas pelo Presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque em reunião extraordinária do Conselho Municipal de Previdência (CMP), realizada na manhã desta sexta-feira, 23, quando foi discutido os últimos investimentos realizados pelo instituto.

Na reunião, representantes do CMP e servidores presentes apresentaram questionamentos ao presidente do Previpalmas, Max Fleury e do presidente do Comitê de Investimentos , Fábio Costa Martins, sobre os investimentos realizados nos fundos Icla Trust e Tercon, que foram denunciados como deficitários.

Sobre os investimentos, o conselheiro suplente, representante do Sisemp no CMP, Afonso Celso Melo, apontou que não foram cumpridos os requisitos legais para a realização dos investimentos, como a aprovação do Comitê de investimentos, e o cumprimento do índice de no máximo 5% do valor para investimento. “Se não cumpriram os requisitos, não deveriam ter feito”, afirmou.

Mesmo sem responder porque não foram cumpridos os requisitos, o diretor do Comitê explicou que as aplicações não acarretaram em prejuízos para o Previpalmas, uma vez que os fundos foram os que tiveram maior rendimento em janeiro.

Na ocasião foi realizado o compromisso de que toda a documentação sobre o processo de investimento e os rendimentos nos fundos questionados, sejam apresentadas em reunião extraordinária do CMP no dia 12 de março.

Autonomia

Na ocasião, além de solicitar os esclarecimentos sobre as aplicações questionadas, o presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque, cobrou a realização de concurso público para o Previpalmas e uma maior autonomia do Instituto. “O Previpalmas precisa de autonomia, de concurso público, para termos um Instituto mais transparente e com gestores que sejam autônomo em relação a gestão municipal”, afirmou.

 


Parceiros